Diálogo

by - novembro 29, 2018




-Então, eu tô indo.

-Indo? Pra onde?
-Embora.
-Embora? Não, não tá.
-Indo embora de você.
-Eu não quero que vá. E você nunca iria embora de mim, sempre vai ter um pedaço seu aqui dentro.
-Isso é bom.
-é.
(...)
-Tchau então. Se cuida.
-Mas quero continuar tendo você por inteira aqui.
-E agora?
-Agora você diz que fica.
-Você tá inteiro aqui?
-Eu estou.
-E agora?
-Me diz você o que, agora.
-Me desculpa, mas eu preciso ir.
Ela se vira.
Ele decide não cometer os mesmos erros, e deixa-la ir novamente exatamente pelos mesmos erros. Promete para si mesmo, corrigir tudo, mas dessa vez não promete em voz alta para ela.
A segura pelo mão, e a beija, mesmo que talvez fosse o último.

You May Also Like

0 comentários

Instagram